Precisão

Sinto muito

Você não é tão forte quanto pensa ser

Não é tão forte quanto quer ser

Quanto precisa aparentar ser

Não precisa aparentar ser

Existe muita força em não ser forte

Em não precisar ser forte

Muita precisão existe

Em deixar ir

 

Sinto muito

Você não pode fazer mais

Do que pensa que pode

Não pense que pode

Pode não pensar que pode

Não deixe de confiar

Nem de estar atento ao que sente

Mas não projete expectativas

Elas acabam com o presente

Quando vivenciado no futuro

 

Sinto muito

Sinto mesmo

Com pesar

Com dificuldade

Sinto sentir

Dói ser isso

Uma coisa qualquer

Nesse mundo

Como qualquer outra coisa

Luto para não ser qualquer coisa

Preciso sentir o luto

É preciso

Ser qualquer coisa, aceitar ser qualquer coisa

Qualquer coisa é tão importante

Quanto o todo

E o todo é

Eu sou

 

Sinto muito

É preciso,

Deixar sentir

Não pensar, nesse sentir

Sentir, e deixar

As coisas vão se acomodando

Fazendo sentido

No tempo do tempo

Não tente apressar

Não é possível

Qualquer resultado deste esforço

Será ilusão

O esforço correto

Está em não se esforçar

Em, atento

Deixar que o fluxo siga seu curso

E ser um atento observador

Que capta o que seu corpo é capaz

E que se capacita

Enquanto se esforça para não se esforçar

E segue

Com o fluxo

 

Sinto muito

Essa luta é longa

Vencer

Também é perder

E a luta não tem fim

Ela começa e termina

Mas nunca tem fim

Vencer é perder, sem nunca parar de lutar

 

Sinto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *